Renda extra: Será que é mesmo possível viver de dividendos?

23 de setembro de 2022

Invista em algo diferente

Vem pra Fido »

Precisando de empréstimo?

Vem pra Fido »

Ter bons rendimentos aparecendo na sua conta todo mês pode ser uma opção para quem busca investimentos de longo prazo.

Viver de dividendos é o resultado de quem, no passado, investiu pensando num futuro distante. Isso acontece porque em algum momento da vida temos a consciência de que com o passar do tempo nosso ritmo de produtividade vai diminuir. 

O peso da idade irá bater na porta de todos e as prioridades na vida das pessoas tendem a mudar em cada fase da vida. E está tudo bem, esse é o ciclo das coisas! Mas, se você não estiver financeiramente preparado para essa fase, ela pode desestabilizar toda a família e o orçamento. Mas se você se antever às possíveis adversidades, poderá ter mais tranquilidade para organizar as contas

Por isso, preparamos um material que vai te ensinar sobre os dividendos, uma alternativa, para aqueles que não querem depender exclusivamente da aposentadoria ou de benefícios sociais. Continue a leitura e neste artigo você vai:

  • Aprender sobre investimentos de longo prazo;
  • Saber qual é o seu perfil de investidor;
  • Compreender o que são dividendos;
  • Aprender os benefícios dos dividendos;
  • Saber porque o tempo é amigo dos dividendos;
  • Lembrar porque investir em empresas que pagam dividendos é uma boa ideia;
  • Entender como é possível viver de dividendos no futuro;
  • Compreender a importância de diversificar a carteira de investimentos;
  • Lembrar da importância de se investir em educação financeira.

Investimentos de longo prazo

Os investimentos a longo prazo são aqueles que são lucrativos após dez anos de aplicação. Eles são as melhores opções para quem busca viver de dividendos e ter uma renda sem fazer muito esforço, mas com planejamento. Esta opção também é importante no longo prazo, caso se venha a perder o emprego, pois não se fica refém de apenas uma renda (a do salário). Assim, fica mais fácil organizar as dívidas. Por isso saiba como você deve se programar se quiser entrar nesse seleto grupo de investidores.

Saiba qual é o seu perfil de investidor

Já falamos sobre isso há alguns artigos, mas nunca é demais lembrar que é importante saber qual o seu perfil de investidor antes de partir para a ação. No geral, ele está ligado ao grau de tolerância aos riscos, expectativa de ganhos e situação financeira. Essa combinação resulta em três perfis: conservador, moderado e arrojado. Conhecer a si mesmo vai ser importante antes de se planejar e vai ajudar na tomada de decisões em meio às adversidades.

O que são dividendos?

Os dividendos são uma parcela do lucro líquido de uma empresa, distribuídos periodicamente aos seus acionistas, proporcional ao número de ações que eles têm, como forma de remuneração.

Benefícios dos dividendos

Aplicar o seu dinheiro em empresas que distribuem dividendos têm algumas vantagens:

  • Aumento de renda: Investir em ações que pagam dividendos é uma boa forma de incremento de renda.
  • Isenção do IR: Por enquanto, os dividendos são isentos de taxação, porém precisam ser declarados. O Governo Federal já taxou os Fundos Imobiliários de Investimentos, porém é assunto que deve ser acompanhado com frequência.
  • Diversificação de carteira: É uma forma de evitar deixar o dinheiro aplicado em apenas um único título e assim reduzir os riscos nos investimentos. Há diversas empresas que pagam dividendos no mercado.
  • Liquidez: Você pode vender os títulos e fazer dinheiro de forma rápida com eles, mas dessa forma não poderá receber dividendos nestes ganhos provenientes da venda de ações e terá incidência de IR.

O tempo é amigo dos dividendos

Quando se está acumulando patrimônio, ainda não é possível viver de renda. Por isso, lembre-se de que é necessário tempo. Fique atento a este exemplo: Se investir durante 20 anos R$ 800,00 por mês com retorno de 12% ao ano, depois desse período terá acumulado R$ 736.685,88, assim a renda mensal será de R$ 4.739,86.

Por que investir em empresas que pagam dividendos?

Investir em empresas que pagam dividendos é uma forma de ter uma renda para viver de forma segura. Mas, o ponto de partida é saber quanto é necessário ganhar mensalmente para se sustentar. Confira o exemplo:

O seu custo de vida é de R$ 5 mil por mês (R$ 60 mil por ano), para receber esse valor em dividendos, faça a conta do valor anual necessário e divida pela rentabilidade de, no mínimo, 6% ao ano. Ou seja: R$ 60 mil / 0,06 = R$ 1 milhão.

O investidor que precisa de R$ 5 mil por mês, deverá ter R$ 1 milhão em ações de empresas com um dividend yield de 6% ao ano. Quem precisa de R$ 20 mil mensais terá de investir R$ 4 milhões. O pagamento de dividendos pode ser mensal, trimestral, quadrimestral, semestral ou anual, conforme a empresa.

Diversifique sua carteira

Nós não cansamos de lembrar que o segredo dos investidores de sucesso é a diversificação. Assim, quanto mais diversificadas as suas opções, menos risco irá correr. No caso de perder o emprego, mais fácil será para se reorganizar. Para quem quer viver de dividendos sugerimos investir em títulos de renda fixa (títulos públicos, CDBs, Letras de Créditos e Certificados de Recebíveis), ações pagadoras de dividendos e Fundos Imobiliários de Investimentos.

Como viver de dividendos no futuro?

Uma das formas de viver de dividendos, é usar os ganhos para comprar mais ativos. Assim, você usufrui de juros compostos, o que é muito vantajoso, pois no longo prazo os ganhos só aumentarão. Ou seja, reinvestir faz com que o patrimônio seja acumulado de forma mais rápida. 

Invista em educação financeira

Quer saber mais sobre as melhores dicas de investimentos e educação financeira? Não perca o conteúdo do nosso blog. Aqui você encontra tudo o que precisa para fazer o seu patrimônio crescer.

Dia das Crianças: precisamos falar sobre educação financeira para os pequenos

Seu filho começa a entender a importância do dinheiro depois dos sete anos, mas a educação pode começar antes. Os pequenos absorvem conhecimento com muita facilidade, isso vale também para ensinar educação financeira para crianças. Por isso, especialistas do mundo inteiro falam que essa é a melhor idade para começar a aprender sobre o assunto, […]

Educação financeira: 7 dicas para viajar com pouco dinheiro

Sair da rotina é um dos benefícios de fazer uma viagem, mas saiba que com planejamento é possível tirar sonhos do papel. Conhecer novos lugares faz bem para a alma e há formas de viajar com pouco dinheiro. Isso porque, o Brasil é grande e o mundo, maior ainda. Por isso, com planejamento, haverá sempre […]

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de nossa Política de Privacidade e autoriza a Fido a utilizar suas informações de contato para envio de conteúdos.
A Fido existe pra você!
Geralmente, um banco só oferece um bom empréstimo para quem já tem dinheiro, não é mesmo? E quem precisa de uma ajuda nessas horas, encontra dificuldade, taxas escondidas e juros insustentáveis.
Já quem quer investir suas economias, escolhe entre aplicar em renda fixa, com rendimentos baixos, ou enfrenta a alta volatilidade da bolsa.
A Fido nasceu com o propósito de fazer o dinheiro fluir entre as pessoas. Acreditamos que a relação com o dinheiro deve ser equilibrada, com juros justos para quem precisa e rentável para quem investe.
Seja a transformação! Faça parte da comunidade Fido!
Conecte-se com a gente
contato@fido.com.vc
Entre em contato pelo site
Mantenha-se informado
Cadastre-se para receber nossos conteúdos e atualizações por e-mail
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram