5 desvantagens da previdência privada que pouca gente sabe

10 de agosto de 2022

Invista em algo diferente

Vem pra Fido »

Precisando de empréstimo?

Vem pra Fido »

Opção de investimento a longo prazo é usada como complemento de renda para aposentados, mas esconde algumas pegadinhas.

A idade chega para todo mundo e na hora de parar de trabalhar, muita gente já pensa na previdência privada como reforço dos vencimentos. Mas será que é a melhor escolha? Essa modalidade de investimento tem vantagens, mas há também pontos que requerem atenção. 

Continue a leitura e confira as dicas. Neste artigo você vai:

  • Aprender sobre previdência privada;
  • Saber como está a cobertura das previdências no Brasil;
  • Compreender o que é previdência social;
  • Lembrar o que é previdência privada e quais as desvantagens do modelo;
  • Saber a importância da diversificação dos investimentos;
  • Lembrar que a Fido está aí para ajudar;

Aprenda mais sobre previdência privada

Dando continuidade à sequência de artigos sobre vários tipos de investimentos, chegou a vez de falar um pouco da previdência privada. Esse apoio financeiro na vida dos trabalhadores assim que se aposentam, é uma das formas de aumentar os ganhos. Mas é bom ficar atento pois nem só de vantagens vive a previdência privada e é preciso avaliar bem antes de apostar as fichas nessa modalidade.

Números da previdência social e privada

Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais, em parceria com o Datafolha, aponta que 92% da renda dos aposentados é proveniente da previdência social. Já o percentual de aposentados que recebe previdência privada no país é de 3%. A pesquisa ouviu cerca de 5,8 mil pessoas e a maioria explica não ter previdência privada por causa da dificuldade de economizar. O levantamento afirma que 3% têm renda com origem em aplicações financeiras, aluguel de imóveis ou pensões.

O que é previdência social?

A previdência social é um sistema público que garante aos trabalhadores brasileiros a aposentadoria. Além deste benefício, ela também cuida de fornecer salário a quem está impossibilitado de trabalhar, fornecendo auxílio-doença ou, em casos mais graves, aposentadoria por invalidez, além de pensão por morte ou salário-maternidade. Quem contribui com o INSS tem direito a estes benefícios. O grande problema da previdência social é que com o tempo, o sistema passou a ficar deficitário, necessitando de uma reforma efetiva. Além disso, a projeção para cerca de 30 anos é de que tenham mais idosos do que crianças no país, dessa forma, com o inchaço, o sistema irá colapsar e não vai dar conta da demanda.

O que é previdência privada?

A previdência privada é um tipo de investimento comercializado por instituições financeiras, em que se contribui com um valor mensal, conforme o plano contratado. Quando chegar na fase da aposentadoria, o trabalhador irá optar pela retirada total do montante ou o recebimento parcelado durante um determinado período de tempo. Mas, como todo investimento, requer atenção

Desvantagens da previdência privada

Confira alguns pontos que elencamos para que você pondere antes de fechar um contrato de previdência privada.

Taxa de carregamento

Se a taxa de carregamento for diferente de zero, o contrato não será um bom negócio, pois ela irá tirar uma parte do seu investimento na entrada ou na saída.

Taxa administrativa

Essa é a taxa cobrada pelo banco para cuidar do seu dinheiro. Aqui a definição é simples, quanto mais perto do zero, mais vantajosa.

Incidência de tributação

Se a modalidade de previdência privada adquirida for a regressiva, a taxa de Imposto de Renda paga diminuirá conforme o tempo. Começa em 35% para quem investe por até dois anos e termina em 10% para quem ficar com o investimento por mais de dez anos. Já no caso da progressiva, o imposto pode chegar a até 27,5%. Quanto maior for a retirada, maior será o desconto de Imposto de Renda.

Rentabilidade

Um dos pontos que devem ser ponderados na hora de optar por um plano de previdência privada é a rentabilidade. Eles rendem mais do que a poupança, mas o problema está na quantidade de taxas embutidas, além disso, quanto melhor o plano, maior a contribuição mensal que será necessária.

Período de carência

Os contratos de previdência possuem um período de carência, assim será necessário esperar esse tempo passar, caso seja necessário fazer alguma retirada.

Diversifique os investimentos

Agora que já te colocamos alguns pontos para ficar atento se optar em fechar um contrato de previdência privada, é bom saber que o melhor plano para a velhice é a variedade de investimentos. Essa é a forma mais segura e garantida de fazer o seu patrimônio financeiro crescer, diminuindo os riscos. Assim, no caso de períodos de instabilidade financeira, sai na frente quem se precaveu e optou por escolher uma gama maior de investimentos e de modalidades diferentes. Na hora de investir, avalie outras opções que oferecem:

  • Liquidez: possuem opção de resgate no curto prazo com alíquota de imposto menor;
  • Rentabilidade acima da inflação: para proteger o poder de compra com o passar do tempo;
  • Baixas taxas de administração.

Conte com a Fido

Se a sua ideia é investir para ter uma aposentadoria tranquila, você precisa entrar em contato com a Fido. Temos opções para deixar a sua carteira de investimentos variada, respeitando o seu perfil de investidor. Procure a Fido e conte com uma de nossas opções de investimento.

Dia das Crianças: precisamos falar sobre educação financeira para os pequenos

Seu filho começa a entender a importância do dinheiro depois dos sete anos, mas a educação pode começar antes. Os pequenos absorvem conhecimento com muita facilidade, isso vale também para ensinar educação financeira para crianças. Por isso, especialistas do mundo inteiro falam que essa é a melhor idade para começar a aprender sobre o assunto, […]

Educação financeira: 7 dicas para viajar com pouco dinheiro

Sair da rotina é um dos benefícios de fazer uma viagem, mas saiba que com planejamento é possível tirar sonhos do papel. Conhecer novos lugares faz bem para a alma e há formas de viajar com pouco dinheiro. Isso porque, o Brasil é grande e o mundo, maior ainda. Por isso, com planejamento, haverá sempre […]

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de nossa Política de Privacidade e autoriza a Fido a utilizar suas informações de contato para envio de conteúdos.
A Fido existe pra você!
Geralmente, um banco só oferece um bom empréstimo para quem já tem dinheiro, não é mesmo? E quem precisa de uma ajuda nessas horas, encontra dificuldade, taxas escondidas e juros insustentáveis.
Já quem quer investir suas economias, escolhe entre aplicar em renda fixa, com rendimentos baixos, ou enfrenta a alta volatilidade da bolsa.
A Fido nasceu com o propósito de fazer o dinheiro fluir entre as pessoas. Acreditamos que a relação com o dinheiro deve ser equilibrada, com juros justos para quem precisa e rentável para quem investe.
Seja a transformação! Faça parte da comunidade Fido!
Conecte-se com a gente
contato@fido.com.vc
Entre em contato pelo site
Mantenha-se informado
Cadastre-se para receber nossos conteúdos e atualizações por e-mail
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram