Educação financeira: Carros e imóveis, são boas formas de investimentos?

26 de agosto de 2022

Invista em algo diferente

Vem pra Fido »

Precisando de empréstimo?

Vem pra Fido »

Antes de pensar em adquirir um bem, reflita sobre as vantagens e as desvantagens do negócio.

O início da vida profissional é aquele momento em que se pensa o que fazer com o salário, e somos levados a considerar que carros e imóveis são investimentos. Além disso, também há outras sugestões como viajar, fazer intercâmbio ou investir em aplicações e títulos, enfim, as ideias são muitas. Porém, o essencial nesse momento, é ter conhecimento e para isso é indispensável investir em educação financeira.

Continue a leitura e confira as nossas dicas. Neste artigo você vai:

  • Entender porque carros e imóveis podem não ser bons investimentos;
  • Aprender o que são investimentos;
  • Saber o que são bens passivos e ativos;
  • Ter ideia dos prós e contras de pagar aluguel e de ter um imóvel próprio;
  • Ter conhecimento sobre o investimento em imóveis;
  • Lembrar que é necessário planejar o futuro;
  • Conhecer os prós e contras de ter um automóvel;
  • Lembrar que é necessário investir em educação financeira;
  • Saber que pode contar com a Fido.

Carros e imóveis podem não ser bons investimentos

Um pensamento bem conservador é incentivar o jovem que recém começou a trabalhar ou os profissionais que estão atingindo alguma projeção na carreira a pensar que carros e imóveis são investimentos. 

Porém, se pararmos para analisar, principalmente depois de adquirir uma boa dose de conhecimento em educação financeira, veremos que a situação pode ser diferente. Vale lembrar que veículos automotores e imóveis geram despesas e no caso dos primeiros, inclusive perdem valor anualmente. Sem conhecimento, é muito fácil acreditar que esses devem ser sim os primeiros investimentos da vida. Mas, não é incomum achar quem fez esse tipo de opção e teve problemas com as contas.

O que são investimentos?

Se formos analisar o conceito de investir. Veremos que se trata de aplicar um dinheiro para fazê-lo render no futuro, ou seja, na compra de um automóvel não é bem isso que acontece.

O que são bens passivo e ativo?

Você já ouviu falar nos termos financeiros passivo e ativo? De uma maneira simples, os bens passivos são todos os que geram despesas, enquanto os bens ativos são aqueles que produzem renda. Sendo assim, os automóveis geram mais gastos, certo? Talvez essa seja uma boa resposta na hora de analisar se vale a pena fazer uma aquisição pensando em investimento.

Investir num imóvel ou pagar aluguel: os prós e os contras

Se partirmos do ponto de que um investimento deve se valorizar ao longo dos anos e ter a capacidade de gerar renda, os imóveis são investimentos. Porém, não são investimentos simples. Há muitas variantes a se considerar na hora de usar um imóvel como gerador de renda. É necessário lembrar que há impostos (como IPTU), taxa de lixo, manutenção, condomínio (em alguns casos), segurança. Enfim, um imóvel não é algo que você deixa em repouso e ele gera apenas lucro. Por outro lado, se você decide pagar aluguel, também terá de arcar com a maioria dos custos relatados acima, a desvantagem é que além dos valores ainda há o aluguel em si. Mas, para quem pensa em investir o valor que seria utilizado na compra de um imóvel em um fundo com boa liquidez, morar de aluguel não parece ser uma má ideia.

Investir em imóveis como fonte de renda

Na hora de aplicar o dinheiro na compra de imóveis para alugar e assim obter uma renda, é bom tomar cuidado. Há o risco de vacância (quando o imóvel fica desocupado) e os custos com manutenção. Por fim, se a ideia é investir em imóveis, uma sugestão é buscar os fundos imobiliários (de tijolos ou papéis). Dados da B3 mostram que até o primeiro semestre de 2022, existiam 407 Fundos de Investimento Imobiliários listados. Já o valor de mercado supera R$ 130 bilhões e há cerca de 1,5 milhão de pessoas investindo. Em 2017, esse número era de cerca de 121 mil. 

Não esqueça do futuro

Se você acredita que investir em um imóvel pode não ser a melhor decisão no momento, é preciso lembrar do futuro. Na velhice, é imprescindível ter um imóvel, afinal as despesas aumentam e os rendimentos podem diminuir se você não se planejar. Por isso, ter a sua casa própria para curtir a melhor idade com mais tranquilidade, fará toda a diferença.

Afinal, investir em automóveis é um bom negócio?

O conceito de investir relacionado aos carros pode não ser dos mais corretos. Como já vimos, investimentos devem gerar ganhos. Talvez se pensarmos em colecionadores de automóveis, eles até podem se considerar investidores. Porém, há manutenções que não podem ser esquecidas. No início de 2022, em um raro movimento do mercado, constatamos a valorização dos carros usados, porém também houve reajuste no IPVA, fazendo com que a conta não seja tão positiva. 

Na hora de comprar um carro você deve pensar se as despesas vão valer a pena. Hoje, há muitas alternativas de transporte: aplicativos, transporte público (ônibus, metrô, trem), bicicleta, patinetes elétricos e serviço de assinatura de automóveis. Enfim, é interessante comparar os gastos de deslocamento e manutenção com o quanto você irá utilizar o carro antes de decidir pela compra.

Quanto custa manter um carro?

Você tem ideia do quanto custa manter um carro mensalmente? Para facilitar, preparamos uma lista dos gastos que não devem ser esquecidos. Reflita sobre o assunto antes de optar por comprar um automóvel.

  • Consumo estimado de combustível (km/l);
  • Custo estimado do litro do combustível;
  • Estimativa do custo mensal com combustível;
  • Valor estimado para a manutenção mensal;
  • Seguro veicular;
  • IPVA / DPVAT / licenciamento;
  • Estimar o custo de oportunidade (quando alguém deixa de ganhar por destinar seu dinheiro à compra de um carro – no lugar de investir);
  • Estimativa da depreciação mensal;
  • Estimativa dos juros médios do financiamento;
  • Estacionamento;
  • Lavação e conservação.

Vale a pena investir em educação financeira

Agora que você entendeu porque carros e imóveis não são bons investimentos, fica ainda mais necessário investir em educação financeira para si e toda a família. Quem tem conhecimento, corre menos riscos de não conseguir se recuperar em alguma adversidade. Além de estar mais preparado na hora de tomar decisões. Hoje é muito fácil acessar conteúdos focados no assunto, eles estão disponíveis de graça. Invista nesse tempo de estudo para poder viver melhor agora e no futuro.

Conte com a Fido

A melhor dica para quem pensa em investir, é diversificar a carteira. Para isso, o essencial é contar com quem pode te ajudar no assunto. A Fido é uma empresa que oferece opções diferentes de investimentos, que pode te ajudar a ampliar sua diversificação de investimentos. Entre em contato e conheça mais sobre nós.

Dia das Crianças: precisamos falar sobre educação financeira para os pequenos

Seu filho começa a entender a importância do dinheiro depois dos sete anos, mas a educação pode começar antes. Os pequenos absorvem conhecimento com muita facilidade, isso vale também para ensinar educação financeira para crianças. Por isso, especialistas do mundo inteiro falam que essa é a melhor idade para começar a aprender sobre o assunto, […]

Educação financeira: 7 dicas para viajar com pouco dinheiro

Sair da rotina é um dos benefícios de fazer uma viagem, mas saiba que com planejamento é possível tirar sonhos do papel. Conhecer novos lugares faz bem para a alma e há formas de viajar com pouco dinheiro. Isso porque, o Brasil é grande e o mundo, maior ainda. Por isso, com planejamento, haverá sempre […]

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de nossa Política de Privacidade e autoriza a Fido a utilizar suas informações de contato para envio de conteúdos.
A Fido existe pra você!
Geralmente, um banco só oferece um bom empréstimo para quem já tem dinheiro, não é mesmo? E quem precisa de uma ajuda nessas horas, encontra dificuldade, taxas escondidas e juros insustentáveis.
Já quem quer investir suas economias, escolhe entre aplicar em renda fixa, com rendimentos baixos, ou enfrenta a alta volatilidade da bolsa.
A Fido nasceu com o propósito de fazer o dinheiro fluir entre as pessoas. Acreditamos que a relação com o dinheiro deve ser equilibrada, com juros justos para quem precisa e rentável para quem investe.
Seja a transformação! Faça parte da comunidade Fido!
Conecte-se com a gente
contato@fido.com.vc
Entre em contato pelo site
Mantenha-se informado
Cadastre-se para receber nossos conteúdos e atualizações por e-mail
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram