8 estratégias para você driblar a disparada dos preços

19 de agosto de 2022

Invista em algo diferente

Vem pra Fido »

Precisando de empréstimo?

Vem pra Fido »

Aumento no custo de vida do brasileiro pede alternativas de controle de gastos para não ficar no vermelho.

O brasileiro não tem um minuto de paz, mal passou pelas crises de saúde global e já se deparou com a disparada dos preços. Com alta nos índices que norteiam a inflação, subida dos combustíveis, energia, gás e alimentos, as famílias estão precisando fazer malabarismo para quitar as obrigações no fim do mês. 

Confira algumas sugestões que preparamos para que você mantenha a sua saúde financeira. Neste artigo você vai:

  • Ter um panorama de como está a economia;
  • Conferir dicas de como driblar a disparada dos preços;
  • Saber como a Fido pode te ajudar a colocar a saúde financeira em ordem.

Ano de instabilidades

O ano começou agitado e parece não ter previsão de que a turbulência termine tão cedo. Não bastasse ser ano eleitoral, período que tradicionalmente mexe com a economia brasileira, ainda sofremos com a influência de agentes externos como a guerra entre Ucrânia e Rússia, o que mexeu com o câmbio e foi um dos fatores que provocou disparada dos preços dos combustíveis e commodities. 

Movimentos políticos equivocados também mexem com a vida do brasileiro, haja vista que não é surpresa o quanto eles impactam no aumento das taxas de juros e, por consequência, no preço dos alimentos, energia, gás, combustível e do custo de vida em geral. Mas como fazer para manter as contas em dia com todas as altas e as perdas salariais? Continue a leitura e fique de olho nas dicas que preparamos.

1 - Faça uma lista de compras

Na hora de ir ao supermercado é bom pensar em algumas estratégias, uma delas é fazer uma lista, desse jeito você não irá se dispersar e perder o foco dos produtos que realmente precisa comprar.

2 - Compre no atacado

Procure opções de compras no atacado, geralmente produtos de primeira necessidade possuem preços melhores quando comprados em quantidades maiores. Assim, você conseguirá ter bons descontos e poderá reunir vizinhos ou parentes para dividir as compras e os valores.

3 - Faça substituições

A gastronomia é um campo de possibilidades e uma estratégia para driblar a disparada dos preços, é justamente, pensar em trocas inteligentes de alimentos. Os cortes de carne, por exemplo, há opções que não são consideradas nobres, mas que são muito saborosas se feitas da forma correta. Pesquise receitas e busque opções inteligentes para agradar o paladar e o bolso.

4 - Procure produtos da estação

Em relação aos hortifrutis, uma ideia para quem quer fugir da disparada de preços, é escolher os produtos da estação. Além de serem mais frescos e de melhor qualidade, eles costumam ter valores mais acessíveis do que os demais.

5 - Pague as contas mais caras

Se o salário está apertado, uma dica é não deixar as contas mais caras para depois. Empréstimos, dívidas no cartão de crédito ou cheque especial, financiamentos e tudo que incida em juros altos não devem ser “esquecidos”. Caso precise negociar, vá adiante, mas não deixe de honrar esses compromissos que podem trazer mais prejuízos no futuro.

6 - Roupas e calçados

Seguindo a disparada de preços, o setor de vestuário também foi impactado. A alta de 12 meses (até abril de 2022) foi de 16% nas roupas vendidas no varejo, superando o aumento geral dos preços do mesmo período, que foi de 12%, de acordo com o IPCA-15. 

Uma das sugestões para quem precisa de roupas e calçados, além de pesquisar preços, é buscar os brechós e bazares. Eles costumam ter preços bem atrativos, peças de qualidade e você ainda poderá ganhar um valor com as suas roupas usadas. Se você tiver filhos então, há vários grupos focados nas trocas de objetos para assim diminuir os gastos com roupas e calçados das crianças.

7 - Busque alternativas para diminuir os gastos com gasolina e transporte

Você já parou para analisar o quanto gasta com combustível ou transporte para ir ao trabalho e de que forma seria possível reduzir isso após a disparada dos preços? Uma alternativa encontrada por alguns brasileiros, pode soar meio drástica, mas alugar um imóvel mais perto do trabalho mesmo para quem já tem casa própria, pode ser uma opção. Se você está passando por essa situação, é hora de colocar os gastos na planilha e fazer as contas. A mudança pode ser benéfica para quem precisa dar um alívio para o bolso.               

8 - Controle os pequenos gastos

Em muitas das vezes o orçamento é sugado não só pelo valor alto do custo de vida, mas também pelo descontrole com os pequenos gastos. Por isso, fique atento com o seu orçamento e controle, ou corte, os pequenos gastos. Certamente, isso irá fazer diferença no final do mês.

Conte com a Fido

Se as contas apertaram e você está tentando colocar a sua vida financeira em ordem, a Fido pode te ajudar. Somos especialistas na busca por soluções para quem precisa ter mais saúde financeira. Entre em contato e conheça nossos serviços.

Dia das Crianças: precisamos falar sobre educação financeira para os pequenos

Seu filho começa a entender a importância do dinheiro depois dos sete anos, mas a educação pode começar antes. Os pequenos absorvem conhecimento com muita facilidade, isso vale também para ensinar educação financeira para crianças. Por isso, especialistas do mundo inteiro falam que essa é a melhor idade para começar a aprender sobre o assunto, […]

Educação financeira: 7 dicas para viajar com pouco dinheiro

Sair da rotina é um dos benefícios de fazer uma viagem, mas saiba que com planejamento é possível tirar sonhos do papel. Conhecer novos lugares faz bem para a alma e há formas de viajar com pouco dinheiro. Isso porque, o Brasil é grande e o mundo, maior ainda. Por isso, com planejamento, haverá sempre […]

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de nossa Política de Privacidade e autoriza a Fido a utilizar suas informações de contato para envio de conteúdos.
A Fido existe pra você!
Geralmente, um banco só oferece um bom empréstimo para quem já tem dinheiro, não é mesmo? E quem precisa de uma ajuda nessas horas, encontra dificuldade, taxas escondidas e juros insustentáveis.
Já quem quer investir suas economias, escolhe entre aplicar em renda fixa, com rendimentos baixos, ou enfrenta a alta volatilidade da bolsa.
A Fido nasceu com o propósito de fazer o dinheiro fluir entre as pessoas. Acreditamos que a relação com o dinheiro deve ser equilibrada, com juros justos para quem precisa e rentável para quem investe.
Seja a transformação! Faça parte da comunidade Fido!
Conecte-se com a gente
contato@fido.com.vc
Entre em contato pelo site
Mantenha-se informado
Cadastre-se para receber nossos conteúdos e atualizações por e-mail
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram