Como declarar aplicações financeiras no Imposto de Renda?

12 de junho de 2023

Invista em algo diferente

Vem pra Fido »

Precisando de empréstimo?

Vem pra Fido »

A declaração do Imposto de Renda é algo que causa muitas dúvidas entre os contribuintes. Para se organizar e não perder o prazo estabelecido, é importante entender todos os requisitos desse documento, que é obrigatório para muitas pessoas, inclusive para os investidores.

Mas será que você precisa declarar todos os seus investimentos no Imposto de Renda?

Ao errar na declaração de investimentos você fica sujeito a cair na malha fina!

A Receita Federal estabelece alguns critérios e, para não gerar problemas para você, é bom ficar ciente se seu perfil se enquadra nos requisitos. Quer descobrir se você faz parte desse grupo?

Continue a leitura para obter todos os detalhes que vão te ajudar a entender melhor o assunto!

O que é o Imposto de Renda?

É um tributo cobrado anualmente pelo Governo Federal, no qual os contribuintes informam despesas e rendimentos recebidos. Por meio dessa declaração, a Receita Federal faz um acompanhamento anual do patrimônio de cada pessoa. Após a avaliação, é verificado se o declarante deve pagar algum valor ou ser restituído.

Gastos com saúde, educação, alimentação, doações são algumas das despesas que devem ser deduzidas no documento. Já em relação aos recebimentos, devem constar salários, aposentadorias, benefícios, aluguéis e aplicações financeiras.

E quais os critérios?

Antes de tudo, é preciso ressaltar que nem todas as pessoas precisam fazer a declaração. Há também investimentos que são isentos de Imposto de Renda (IR) e não precisam estar na declaração, tais como: poupança, LCA, LCI, criptoativos, entre outros. Enquanto isso, a declaração é obrigatória para pessoas que tiveram rendimentos superiores a R$ 28.559,70 em 2022 e atendem as exigências abaixo:

  •  Receberam rendimento isento, não tributável ou tributado acima de R$ 40 mil;
  •  Operaram na bolsa de valores e venderam acima de R$ 40 mil ou obtiveram capital acima do limite de isenção;
  •  Possuem bens ou direitos superiores a R$ 300 mil em 31 de dezembro de 2022;
  •  Adquiriram bens ou direitos passíveis de pagamento do IR.

Documentação necessária

No geral, são necessários os seguintes documentos: RG, CPF, Certidão de nascimento, endereços atualizados, título de eleitor, cópia da última declaração do IR, dados da conta bancária (em casos de restituição) e atividade profissional. No caso de investimentos, é necessário solicitar à instituição bancária responsável o informe de rendimentos com todos os detalhes dos valores recebidos e pagos. Você deve apresentar também notas de corretagem e DARFs referente ao ano de 2022.

Que tipos de investimentos precisam ser declarados?

Como já citado, operações acima de R$ 40 mil devem obrigatoriamente constar na sua declaração. Para te ajudar a não cometer erros, selecionamos alguns dos investimentos que se enquadram nessa exigência. Confira a seguir quais são eles e quais são as etapas que devem ser realizadas.

Fundo de Investimentos

Para fazer esse tipo de declaração, é preciso que você tenha em mãos seu saldo e rendimentos, após isso, acesse a aba “Bens e Direitos”, clique no botão “Novo”, selecione o grupo 07 e digite o código equivalente ao fundo que pretende declarar.

Renda Fixa

Nessa categoria, se encontram os seguintes tipos de investimentos: Tesouro Direto, Debêntures, CDB, LCI, LCA, CRI e CRA. E o passo a passo da operação para essa modalidade é o seguinte: informe o saldo das aplicações em “Bens e Direitos”, depois clique em “Aplicação de Renda Fixa”.

Feito isso, preencha com todos os detalhes solicitados, como CNPJ da instituição financeira responsável, agências, contas e saldos.

Renda Variável

Em relação à renda variável, é preciso calcular o imposto obtido com o lucro líquido ganho com a operação. Vale destacar que esse cálculo não é feito com o valor da venda! Outro ponto importante é que em muitas situações é preciso emitir o DARF e efetuar o pagamento. Agora é só acessar o site, acessar a ficha “Bens e Direitos”, escolher o código 4 e completar com as informações solicitadas.

Entenda que cada etapa deve ser feita individualmente para cada investimento diferente, no programa da Receita Federal.

O processo realmente não é tão simples assim, preste muita atenção e confira todos os dados antes de fazer o envio. Nosso conselho é que você agilize toda a papelada com antecedência e se achar muito complicado, não perca tempo, fale com nossa assessoria especializada!

Rendimentos da Poupança e de investimentos tradicionais devem cair neste ano! Conheça alternativa

A taxa Selic, ou Taxa Básica de Juros, desempenha um papel crucial no cenário econômico brasileiro, influenciando diretamente diversos aspectos, incluindo os investimentos. Quando a Selic sofre alterações, seja para cima ou para baixo, os investidores precisam entender como isso pode afetar suas estratégias.  Particularmente neste ano, de acordo com as projeções do relatório Focus, […]

Ganhar dinheiro emprestando para pessoas ou empresas! Saiba como fazer isso de maneira 100% regulamentada

Você sabia que é possível fazer seu dinheiro trabalhar para você emprestando-o para outras pessoas ou empresas? Desta forma, você recebe o valor investido além do bônus dos juros. Muita gente tem dúvida se isto é legal, e neste texto, mostraremos para você como fazer isso! Empréstimo entre Pessoas P2P Lending,  Peer-to-Peer Lending ou Sociedade […]

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de nossa Política de Privacidade e autoriza a Fido a utilizar suas informações de contato para envio de conteúdos.
A Fido existe pra você!
Geralmente, um banco só oferece um bom empréstimo para quem já tem dinheiro, não é mesmo? E quem precisa de uma ajuda nessas horas, encontra dificuldade, taxas escondidas e juros insustentáveis.
Já quem quer investir suas economias, escolhe entre aplicar em renda fixa, com rendimentos baixos, ou enfrenta a alta volatilidade da bolsa.
A Fido nasceu com o propósito de fazer o dinheiro fluir entre as pessoas. Acreditamos que a relação com o dinheiro deve ser equilibrada, com juros justos para quem precisa e rentável para quem investe.
Seja a transformação! Faça parte da comunidade Fido!
Conecte-se com a gente
contato@fido.com.vc
Entre em contato pelo site
Mantenha-se informado
Cadastre-se para receber nossos conteúdos e atualizações por e-mail

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram